domingo, 7 de maio de 2017

A ameaça (2)


Por Ivan Lima

Resultado de imagem para lula e stalin num só

Em menos de 48 hs depois de eu ter publicado artigo sobre as ameaças do potencial genocida marxista José Dirceu à nação, eis que agora Lula faz as dele. 


O alvo aparente, de superfície, são os jornalistas discordantes do discurso mentiroso do mega ladrão e igualmente potencial genocida Luiz Inácio. 


Na realidade, quem conhece a retórica comunista sabe que ele ameaça todos os indivíduos da nação. O que vemos é uma declaração de guerra das trevas contra a luz, da escravidão contra a liberdade. Lenine, Stalin, e Fidel Castro fizeram isso. E Pravda, Izvestia, e Granma, se tornaram órgãos jornalísticos da "liberdade de imprensa" de seus países, agentes de suas tirânicas vontades, e a de seus tribunais de conselhos soviets. 


"Em Arquipélago Gulag", e "Como Chegou a Noite", Alexandre Soljenitsin, e Huber Mattos, respectivamente, eternizaram em livros o regime diabólico que Lula quer implantar no Brasil, sem jornalistas "mentirosos" a quem ameaça e, nas entrelinhas e por extensão, à toda nação brasileira. 

Desespero pela proximidade dos bafos opressores da

justiça e da polícia? Não importa o que seja. Ninguém

se confessa candidato a carcereiro da liberdade e da

verdade se não tem a alma de tirano. O que Lula 

confessa e busca é a retomada do poder para exercer

o genocídio que todo tirano comunista sempre 

efetivou com o poder totalitário com o que matou de

fome, torturou, escravizou e executou milhões. 

É só ligar as pontas dos discursos dele e Dirceu.

Está tudo lá.


Que a nossa luta e Deus nos livre dessas pragas. Amém.   


Ivan Lima é editor de Libertatum 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Seja benvindo! Se você deseja comunicar-se, use o formulário de contato, no alto do blog. Não seja mal-educado.