quarta-feira, 16 de abril de 2014

Baguncismo sem Fronteiras: Duas perguntas à CAPES


Ciências sem Fronteiras: 110 “fritos” em suspeitíssimo exame de inglês. CAPES deve explicações.

Por Klauber Cristofen Pires


Neste mês de abril, 110 estudantes que participam do programa universitário de intercâmbio Ciência sem Fronteiras, sendo 80 no Canadá e 30 na Austrália, terão de retornar ao Brasil, sob alegação de terem mostrado insuficiência no famoso e internacional exame de proficiência conhecido como TOEFL. Entretanto, os estudantes foram convocados para fazer a prova antes de completar o curso preparatório de inglês previsto no programa, e o que é mais suspeito, de véspera, com uma antecedência inferior a 24 horas!

Vlogoteca de Ana Campagnolo: "O Mínimo" #CONHECIMENTO




Publicado em 13/12/2013
Sorteio mencionado nesse vídeo já está finalizado.

O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota - Olavo de Carvalho

Acesse o blog: http://vlogoteca-da-ana.blogspot.com.br/
Curta nossa fanpage no face: https://www.facebook.com/vlogoteca

A vlogueira: https://www.facebook.com/AnaCampag
E-mail: ana@vlogoteca.com.br

A cruzada contra Rachel Sheherazade

NTN24: Diputado al Consejo Legislativo de Mérida señala que continúan las barricadas como forma de protesta



Publicado em 15/04/2014
Visite: http://www.canalntn24.com/ En entrevista con el programa La Tarde de NTN24, Andrés Briceño, diputado al Consejo Legislativo, ofreció un reporte sobre la situación que se registra en el estado Mérida.

Briceño manifestó que las barricadas continúan en la mayor parte de la ciudad, por lo que un 70% de la capital continúa intransitable.

PAULO MARTINS: SBT PR - É HORA DO BRASIL RECUPERAR A VERGONHA NA CARA



Publicado em 15/04/2014
O PT não é só um partido, é um estado mental. Não há o que esperar.

RODRIGO MEZZOMO - A AMEAÇA TOTALITÁRIA DENTRO DO MARCO CIVIL DA INTERNET



Dilma está pressionando o Senado para votar o Marco na próxima quarta-feira, 16/04/2014. Mas o PT tem pressa em beneficiar os brasileiros com alguma coisa? Só o fato de algum projeto de lei ser proposto pelo PT, ou aliados do Foro de São Paulo, já o torna altamente suspeito!!! 


Não queremos que a única ferramenta que temos em mãos para nos defender de uma ditadura petista seja entregue ao PT!

Senadores! Os senhores tém o DEVER de analisar essa armadilha durante todo o tempo que for preciso. Caso contrário, teremos uma Internet tão boa quanto a Saúde, a Educação, a Segurança, a Economia, Justiça, Forças Armadas...

Assine a petição ao SBT para reclamar o retorno da opinião de Rachel Sheherazade!

Rachel Sheherazade não poderá mais fazer os seus comentários diários no SBT Brasil. Assine agora a petição para pedir a reversão dessa situação à direção de jornalismo do SBT.  

Assine esta petição

A situação política no Brasil tem diante de si um horizonte cada vez mais obscuro. Muitos pensavam que a censura não voltaria, mas voltou. E está sendo implementada por aqueles que dizem lutar por democracia e liberdade. Qual foi a vítima desta vez? A jornalista Rachel Sheherazade, que, apesar de ter voltado a apresentar o SBT Brasil, não poderá mais realizar os seus comentários diários no jornal. Assine agora a petição para que a direção do SBT volte atrás na decisão e permita que Rachel Sheherazade possa voltar a fazer os seus comentários diários no SBT Brasil:


Ela tem sido alvo de perseguições de partidos de esquerda e do próprio governo por suas opiniões não coincidirem com a ditadura do politicamente correto. Para a minoria barulhenta da esquerda representada por movimentos que usam de ameaças políticas, os comentários da jornalista são considerados criminosos por defender valores conservadores, que representam a maior parte da população brasileira defensora da família.

O governo brasileiro, obediente ao Foro de São Paulo, tentou calar a jornalista por meio de chantagem, ameaçando utilizar-se do poder econômico para controlar o conteúdo da mídia, prática comum de governos totalitários. Cedendo à pressão governamental da esquerda, o SBT proibiu os comentários opinativos no seu telejornal, deixando espaço somente para a opinião editorial da empresa.

Assine agora a petição para pedir o fim da censura imposta à apresentadora do SBT Brasil:


Compartilhe o link desta petição com o maior número de pessoas possível. Os órgãos de esquerda já comemoram o silêncio de Rachel Sheherazade. Se a situação não for revertida, outros poderão sofrer o mesmo tipo de cerceamento. Porém, sabemos que se a população se manifestar em peso, a situação pode ser revertida, como no caso da bancada do Jornal da Massa. Portanto, não deixe de assinar a petição e compartilhá-la com os seus familiares, amigos e contatos. Cada assinatura enviará um e-mail diretamente à direção de jornalismo do SBT.
Muito obrigado pelo apoio.

Atenciosamente,

A equipe da Rádio Vox e do CitizenGO. 
-------
CitizenGO é uma plataforma de participação cidadã que trabalha para defender a vida, a família e as liberdades fundamentais em todo o mundo. 

Para saber mais sobre CitizenGO, clique aqui,ou siga-nos via Facebook ou Twitter. Esta mensagem foi enviada a klauber.pires@gmail.com. Se você não quer receber esta publicação, clique neste link. Para contactar CitizenGO, não responda a este e-mail. Escreva para http://www.citizengo.org/pt-pt/contacto.

Sorrateiros como sempre

Confiar a fanáticos a busca da verdade é o mesmo que entregar o galinheiro aos cuidados da raposa. (Gen Santa Rosa)

Ernesto Caruso

            É nojento assistir, interrogativo pensar na sua concepção e constatar o pouco valor que atribuem à ética os idealizadores dos programas de debates que envolvem as questões de governo como o do recente plano de direitos humanos na terceira versão.  O programa Expressão Nacional da TV Câmara é um desses com capa de lisura e boas intenções, mas com nítido objetivo de moldar a opinião pública de acordo com o interesse do momento, no caso a criação da Comissão da Verdade, e dar a impressão de que todas as providências foram tomadas e ouvidos todos os segmentos da sociedade, fundamenta com números e palavras que são lançados no You Tube para justificar os propósitos totalitários nos padrões chavistas, mas com aprovação “democrática”.

terça-feira, 15 de abril de 2014

Vlogoteca: Ana Campagnolo inicia série dobre "O Mínimo...": #JUVENTUDE



Ana Caroline Campagnolo inicia uma série de vídeos de 5 minutos comentando o livro "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota", de Olavo de Carvalho, organizado por Felipe Moura Brasil, sendo o primeiro deles dedicado à juventude (#JUVENTUDE). 

Sociedade hipócrita

“Queremos uma sociedade onde as pessoas são livres para fazer escolhas, cometer erros, ser generoso e compassivo isso é o que entendemos por uma sociedade moral, não uma sociedade onde o Estado é responsável por tudo, e ninguém é responsável pelo estado”.
 (Margareth Thatcher)

            Fingimento, impostura, simulação, falsidade, falsa devoção significa hipocrisia, isso é a própria sociedade brasileira. Além de hipócrita a sociedade brasileira não tem direção, se move conforme as conveniências e se afasta cada vez mais de uma sociedade moral submetida à vontade de um Estado contaminado de imoralidade e incompetência, onde aproveitadores se aproveitam do Estado e ninguém “é responsável pelo estado”.  John Adams, em discurso no ano de 1798, assim se expressou sobre a constituição americana: “Nós não temos governo armado com potência capaz de competir com as paixões humanas desenfreadas pela moralidade e religião. Avareza, ambição, vingança ou galhardia, iria quebrar os fios mais fortes da nossa Constituição como uma baleia que passa por uma rede. Nossa constituição foi feita somente para um povo moral e religioso. Ela é totalmente inadequada para o governo de qualquer outro”. Lamentavelmente não tivemos a sorte de ter um homem da envergadura de um John Adams, e muito menos uma sociedade que pudesse construir uma constituição semelhante a dos EUA. Pertencemos às leis que fizemos para nos proteger e que nos oprimem. Aproveitando o pensamento de Edouard Rod, “nada somos além de objetos dessa contraditória abstração, o Estado, que torna cada individuo escravo em nome da vontade de todos, que, tomados isoladamente, desejariam exatamente o oposto do que estão obrigados a fazer”.

            A hipocrisia da sociedade brasileira chega a ponto de virar o rosto para uma verdade cristalina de que o Brasil, mais especificamente a Amazônia, os estados amazônicos são ignorados como organismos federados, e já estão sendo controlados por forças colonialistas modernas com instrumentos sutis que anestesiam a sociedade para não sentir a dor da perda da soberania e do território amazônico. Esse poder global colonialista domina a ONU, o dinheiro, portanto, comanda o mundo. Para esse poder global e dinástico, diante de uma sociedade brasileira hipócrita, volúvel e sem convicção, pouco importa que os brasileiros estejam se matando, roubando, invadindo propriedades, destruindo patrimônios públicos e privados. Os tentáculos desse “polvo”, de poder incomensurável, estão dirigidos para o domínio do mercado, e, em se tratando do Brasil, para a Amazônia ou para os estados amazônicos, que fazem parte do projeto geopolítico. Para esse pessoal pouco importa se no Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, na Síria e no Iraque juntos; se há mais assassinatos no Brasil que em toda a América do Norte, mais do que na Europa, que no Japão e na Oceania; para essas forças econômicas pouco importa que a guerra do Vietnã que matou 50.000 pessoas em sete anos, e que o Brasil mata a mesma quantidade em um ano; para esses senhores do mundo, pouco importa se o climatologista da USP, Ricardo Augusto Felício tenha afirmado peremptoriamente: que o tão propalado aquecimento global é apenas uma hipótese e não carece de prova científica; que o homem não tem poder para mexer no planeta Terra; que o ambientalista confunde propositalmente ações locais com ações planetárias; que não adianta provar que o gelo da Antártica derrete e congela de novo; que o nível do mar não está subindo, como comprovado pelo comprometido IPCC, subiu apenas 50 centímetros em 100 anos; que para que a Antártica derreta, a temperatura da Terra teria que subir no mínimo de 20º a 30º acima da atual temperatura; que o efeito estufa é uma falácia, não existe; que o ozônio desaparece na Antártica, e o que está em jogo neste assunto do ozônio é puramente uma questão de ordem econômica, de patentes vencidas que mexe com bilhões de dólares; que a garoa tradicional de São Paulo não está desaparecendo, é somente um processo cíclico; que a floresta amazônica, como propalado em passado recente, nunca foi o pulmão do mundo; que a vegetação responde ao clima, sendo a floresta amazônica uma floresta de chuva, ou seja, a floresta está na Amazônia porque chove, e não chove porque tem floresta; que recentemente foi descoberto 6.000 km de um aquífero amazônico, o maior do Brasil (o que atrai mais a cobiça dos colonialistas modernos); que a Rio+20 foi apenas um evento para que os colonialistas prendessem suas colônias (Amazônia e Brasil) nas coleiras; que aquecimento global não existe, o que existe são apenas mudanças climáticas realizadas pelo planeta, independente da vontade do homem. O homem, mesmo que tente, não consegue poluir o planeta, polui apenas o meio ambiente em que vive, nas cidades, ao redor de sua casa e mais nada.

            Em 30.03.2014, o IPCC publicou suas previsões feitas em computador para o ano de 2100, “chute grande”, o qual o climatologista Luiz Carlos Molion, entrevistado, logo discordou. Para Molion, o produtor rural não deve levar em consideração esses resultados que são baseados em modelos que não reproduzem a situação atual. O homem nada pode fazer diante de mudanças climáticas, ele deve apenas se ajustar a elas, pois não tem competência, poder para reverter às mudanças promovidas pela força da natureza, pelo sol, pelos oceanos, pelos vulcões e terremotos. Essa falácia ambientalista, de tempo em tempo, são vitalizadas. Dessa vez veio à cena Ragendra Pachauri, presidente do IPCC, que com a cara mais dura afirma que os cientistas lidam com dados científicos (criados por eles para enganar). Referindo-se ao Brasil trouxe imediatamente como foco a Amazônia e a necessidade de protegê-la (entendo que dos brasileiros para evitar atropelos ao projeto de dominação da região em consolidação).

            A hipocrisia da sociedade brasileira pode ser exemplificada pela Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária – CNA, uma força econômica e política extraordinária responsável por manter em bom tamanho o PIB brasileiro, por gerar renda, emprego, e ter como presidente uma senadora. O paradoxo que confirma a hipocrisia é que a senadora presidente do CNA faz parte da base de sustentação política do governo petista, o que explica que a CNA nunca usou o seu poder político e econômico para dar um basta nas ações governamentais que fragilizam os produtores de alimentos e matérias primas, como por exemplo, a política ambiental nociva, a ação policialesca do IBAMA, as permanentes invasões de propriedades agrícolas e outras questões que estão destruindo o estado de direito brasileiro. A hipocrisia não está apenas no comando da CNA, se alastra pelos grandes produtores e exportadores agrícolas, que dado sua importância econômica tem tratamento privilegiado pelo governo petista, o que lhes dá o direito de ignorar o que vem acontecendo nos estados amazônicos, onde seu desenvolvimento foi travado para atender os interesses dos colonizadores modernos. Em se tratando do Norte brasileiro a hipocrisia é generalizada, atinge todos os setores produtivos, a política, o social e a moral. Guy de Maupassant alerta que “quando se fala de antropófagos, sorrimos com orgulho, proclamando nossa superioridade sobre aqueles selvagens. Quais são os selvagens, os verdadeiros selvagens? Aqueles que lutam para comer os vencidos ou aqueles que lutam para matar, com o único intuito de matar?”. Existe maior hipocrisia do que a de assistir os assassinatos de brasileiros inocentes, virar a cara e apoiar um governo incapaz de protegê-los?
Armando Soares – economista
e-mail: teixeira.soares@uol.com.br

SBT cede à patrulha e corta as opiniões de Sheherazade. Na TV aberta brasileira, pode mostrar o traseiro e o bilau; pode transformar o vocabulário numa latrina; só não pode dar uma opinião contrária às da milícias do PSOL, do PCdoB, do PT e dos autoritários e imbecis de maneira geral

Do blog do Reinaldo Azevedo

Sheherazade: SBT cede à patrulha dos autoritários e cassa as opiniões da jornalista
Sheherazade: SBT cede à patrulha dos autoritários e cassa as opiniões da jornalista
O SBT cedeu à pressão, ao alarido e à gritaria dos censores em tempos democráticos e decidiu proibir os comentários da jornalista Rachel Sheherazade. Os autoritários, os imbecis e os esquerdopatas estão felizes. São, ademais, mentirosos porque fingem uma indignação que não têm para alimentar os preconceitos que têm. Na origem da polêmica, está um comentário que Sheherazade fez no ar quando um jovem assaltante foi detido por moradores e atado a um poste. Já escrevi um post a respeito no dia 10 de fevereiro. Embora eu não endosse o comentário da jornalista, É UMA MENTIRA ESCANDALOSA QUE ELA TENHA APOIADO AQUELE TIPO DE TRATAMENTO.

SBT cede à pressão da patrulha e cala Rachel Sheherazade

Do blog do Rodrigo Constantino

Fonte: GLOBO
“Em razão do atual cenário criado recentemente em torno de nossa apresentadora Rachel Sheherazade, o SBT decidiu que os comentários em seus telejornais serão feitos unicamente pelo Jornalismo da emissora em forma de Editorial. Essa medida tem como objetivo preservar nossos apresentadores Rachel Sheherazade e Joseval Peixoto, que continuam no comando do SBT Brasil”.

Firefox: Eu já desinstalei! E você?




O movimento LGBT quer instaurar uma "inquisição gay". Conseguiram pressionar a empresa Mozilla para que demitisse o seu CEO, Brendan Eich, apenas porque ele doou U$ 1.000 a uma campanha que defendia o matrimônio como união legal entre 1 homem e 1 mulher. 
Convocamos os defendem a família natural a participarem do boicote à empresa. #NoZilla

Assine esta petição

Ucrania, Cuba y Venezuela unidos por la libertad de sus paises!

Bruno Toscano: LAMA NA PETROBRAS

Publicado em 14/04/2014

O ESCÂNDALO DO MONOPÓLIO DA INDÚSTRIA PETROQUÍMICA CRIADA NO GOVERNO DO ex-presidente Luiz Inácio Lulla da Silva COM O AVAL DA presidente Dillma Rousseff, então ministra das Minas e Energia, (MUITO MAIOR E PIOR DO QUE OS CASOS DA PASSADENA E ABREU LIMA).

"O governo do PT, juntamente com seus comparsas, expropriou do empresário Boris Gorentzvaig, fundador da indústria petroquímica brasileira, a Petroquímica Triunfo, uma gigantesca planta industrial localizada no interior gaúcho, produtora de matéria-prima para a produção de plásticos. A Petrobras detinha 85% do capital da Triunfo. Os outros 15% estavam nas mãos da família, cujo patriarca, Boris (falecido em 2012), foi o pioneiro na implantação do Polo Petroquímico do Sul, no fim da década de 70.

Logo que a Triunfo começou a operar, nos anos 80, a Petrobras e os Gorentzvaig se desentenderam. Desde então, entraram em litígio judicial para saber quem deveria dar as cartas na Triunfo. Para encerrar o litígio, o juiz Mauro Gonçalves, responsável pela causa, propôs, em junho de 2009 que a estatal vendesse sua parte aos Gorentzvaig por 250 milhões de reais.

A Petrobras topou sair do negócio, mas cobrou um valor maior por sua participação: 355 milhões de reais. Os Gorentzvaig concordaram com o novo preço. O negócio deveria ser sacramentado em outubro do referido ano, durante uma audiência de conciliação judicial. Mas a advogada da Petrobras, Andréia Damiani, foi ao tribunal para dizer que a empresa não queria mais acordo e alegou que já havia passado muito tempo desde que a empresa fizera a contraproposta e "razões estratégicas" impediam a conclusão do negócio. A advogada reclamou, também, do pedido de due diligence, investigação contábil, jurídica e econômica feita antes do fechamento de grandes negócios. Para ela, a due diligence iria "embolar o meio de campo".

No mês de abril de 2009 -- e é aí que o caso se torna curioso e nebuloso, a Petrobras decidiu repassar a Triunfo para outra empresa, a Braskem, da qual é sócia minoritária, por 118 milhões de reais, pagos em ações. Preferiu, portanto, de forma muito estranha, receber 118 milhões de reais em ações por 100% da Triunfo aos 355 milhões de reais em dinheiro por 85% da mesma empresa, estes que seriam pagos pelos Gorentzvaig. Os Gorentzvaig, minoritários na petroquímica, foram obrigados a sair do negócio e a também aceitar ações da Braskem em troca de sua participação. "Entregaram a Triunfo para a Braskem", diz Caio Gorentzvaig, após verdadeira expropriação, privatizando-a, portanto, logo após.

A Petrobras alega que o negócio é lícito e contribuiu para a "consolidação da indústria petroquímica nacional". Controlada pela Odebrecht, a Braskem já era dona do polo petroquímico da Bahia e da refinaria paulista de Paulínia, e desta forma, formou verdadeiro monopólio no setor petroquímico do país. Dilma Rousseff, sempre é bom lembrar, à época, era a Presidente do Conselho de Administração da Petrobras. No Palácio do Planalto, em 4 de dezembro de 2007, várias autoridades discursaram em reunião onde a Braskem e a UNIPAR se associaram para atuar em Camaçari: Presidente Lula: "Isso aqui não pode terminar sem a Dilma falar". Ministra Dilma Rousseff: "É que eu acho que é muito mais do que isso, sabe, José Sérgio (presidente da Braskem)? Eu acho que a petroquímica foi algo importante que o País tentou estruturar nos anos 70.

Acho que, dos anos 70 até hoje, nós demos alguns passos, mas havia uma grande confusão acionária que impedia que grupos extremamente pulverizados tivessem porte e tamanho suficientes para disputar um espaço de fornecimento de produtos petroquímicos aqui no Brasil e no mundo. Eu acho que hoje é um grande passo, porque se formam dois grandes grupos privados nacionais, com a Petrobras como minoritário relevante, estratégico e estruturante."

AO TRANSFORMAR A PETROBRAS EM ACIONISTA MINORITÁRIO, DILMA ROUSSEFF NÃO ESTARIA PRIVATIZANDO A EMPRESA? COM A PALAVRA, A CPI!

A Braskem é uma "cria" do governo Lula que, sob o comando de Dilma Rousseff, fez de tudo para que ela se desenvolvesse.

Rodrigo Constantino: Qual educação? Palestra no Fórum da Liberdade

Publicado em 08/04/2014
Todos defendem que a educação é a solução para nossos males, mas poucos questionam: qual educação? Apresento uma visão crítica ao modelo atual, alegando que jogar mais recursos públicos não vai resolver nada.


Kim entrevista Adolfo Sachsida

Lula explica por que o PT deve ter medo da CPI da Petrobras

Como o PT e o governo Dilma estão afundando na corrupção.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Extra: PT vem fazendo Interferência Política no IGBE!

A manipulação do PT e o aparelhamento de órgãos de pesquisa não tem limite. Devido à interferência direta da senadora Gleisi Hoffmann, ex-chefe da Casa Civil, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do IBGE foi suspensa, o que desencadeou uma crise de gestão no órgão.</p><br /><br />
<p>Dados divulgados sobre o mercado de trabalho, na última quinta-feira, mostraram que a taxa média de desemprego no Brasil ficou em 7,1% em 2013. Os números por regiões, no entanto, mostraram distorções: no Sul, por exemplo, está em 4,2%; no Nordeste, em 9,5%. Houve melhora no mercado de trabalho nos últimos anos, mas o desemprego de jovens continua alto. No Nordeste, é de quase 20%.</p><br /><br />
<p>Segundo funcionários do órgão, o cancelamento foi feito sem consulta ao corpo técnico. Marcia Quintslr, diretora da pesquisa, pediu demissão do cargo e outros coordenadores fizeram o mesmo. </p><br /><br />
<p>O líder do Democratas, Mendonça Filho quer ouvir na Câmara  o presidente do IBGE, diretores e os funcionários que também pediram demissão. Segundo ele, é preciso agir para evitar que o órgão seja completamente aparelhado, a exemplo do que já ocorre em órgãos similares de Argentina e Venezuela. </p><br /><br />
<p>"Existem indícios de que o governo quer transformar o instituto em agente de notícias eleitoreiras. No momento em que o desemprego cresce, o temor da população também, o governo petista tenta esconder o que se passa com o País. Não se muda uma metodologia para agradar A ou B. Se segue ", disse.</p><br /><br />
<p>Saiba mais: <a href=
A manipulação do PT e o aparelhamento de órgãos de pesquisa não tem limite. Devido à interferência direta da senadora Gleisi Hoffmann, ex-chefe da Casa Civil, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do IBGE foi suspensa, o que desencadeou uma crise de gestão no órgão.


Dados divulgados sobre o mercado de trabalho, na última quinta-feira, mostraram que a taxa média de desemprego no Brasil ficou em 7,1% em 2013. Os números por regiões, no entanto, mostraram distorções: no Sul, por exemplo, está em 4,2%; no Nordeste, em 9,5%. Houve melhora no mercado de trabalho nos últimos anos, mas o desemprego de jovens continua alto. No Nordeste, é de quase 20%.

Segundo funcionários do órgão, o cancelamento foi feito sem consulta ao corpo técnico. Marcia Quintslr, diretora da pesquisa, pediu demissão do cargo e outros coordenadores fizeram o mesmo.

O líder do Democratas, Mendonça Filho quer ouvir na Câmara o presidente do IBGE, diretores e os funcionários que também pediram demissão. Segundo ele, é preciso agir para evitar que o órgão seja completamente aparelhado, a exemplo do que já ocorre em órgãos similares de Argentina e Venezuela.

“Existem indícios de que o governo quer transformar o instituto em agente de notícias eleitoreiras. No momento em que o desemprego cresce, o temor da população também, o governo petista tenta esconder o que se passa com o País. Não se muda uma metodologia para agradar A ou B. Se segue “, disse.

Saiba mais: http://glo.bo/1lQK9y3